Vaso orquidea


Vaso orquidea

(Tamanho: Pequena)
12,71
Preço inclui IVA, mais portes de envio


Para ajudar na manutenção das suas orquídeas pode fazer o download de um manual (em inglês) com informações preciosas para ajudar nessa tarefa.

De qualquer forma aqui ficam alguns conselhos retirados do site da Associação Portuguesa de Orquidofilia

- As plantas novas devem ser postas de quarentena durante cerca de duas semanas, pois podem trazer insectos ou fungos que poderão atacar as outras plantas.

- Em geral, a humidade ideal para as orquídeas é de 50% a 70%.

- Pode aumentar-se a humidade colocando as plantas num tabuleiro ou prato contendo leca, cascalho ou pedrinhas cobertas por água até meio. Evitar que o fundo do vaso toque na água.

- Pode aumentar-se a humidade borrifando a planta com água à temperatura ambiente, mas sem a encharcar. E tenha a certeza que a planta seca em poucas horas e que a temperatura não é baixa.

- A água em excesso causa mais danos que a água a menos, porque leva ao rápido apodrecimento das raízes.

- As orquídeas devem ser regadas abundantemente, deixando a água escorrer pelo vaso. Deixar o substrato secar antes de voltar a regar.

- Evitar deixar água no prato dos vasos.

- Para locais soalheiros e quentes, podem escolher-se catleias, dendróbios, oncídios ou vandas. As miltónias são boas para sítios com luz indirecta média, e para locais com pouca luz directa há os pafiopédilos e falenopses.

- A circulação do ar é muito importante para evitar a humidade em excesso e o aparecimento de fungos. Pode ser conseguida com um maior espaçamento entre as plantas, uma janela aberta ou uma ventoinha.

- A melhor altura para a mudança de vaso é quando as novas raízes e rebentos aparecem.

- Meter ocasionalmente os vasos debaixo do chuveiro para eliminar o excesso de sais dos fertilizantes, pois pode queimar as raízes, e o pó que se acumula nas folhas.

Informação adicional do produto

Manual Descarregar

Procurar também nestas categorias: Plantas, Página inicial